| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

ANONYMOUS AROUND
Desde: 05/03/2013      Publicadas: 85      Atualização: 25/04/2013

Capa |  Anonymous Around  |  BRASIL  |  Politica Internacional  |  Tecnologia  |  Wikileaks


 Wikileaks

  19/04/2013
  0 comentário(s)


Ahmadinejad cita Brasil em conversa com Putin, revela documento vazado

Iraniano diz que "não faz nada diferente do Brasil" na questão nuclear.
Russo respondeu que o Brasil "não fica no Oriente Médio".

Ahmadinejad cita Brasil em conversa com Putin, revela documento vazado
Documentos revelados pelo site Wikileaks nesta segunda-feira (29) mostram que o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, citou o Brasil como comparação ao seu país para defender o programa nuclear que vem desenvolvendo. O exemplo foi dado pelo iraniano durante discussão com o líder russo Vladimir Putin, e aparece entre os documentos que serviam para a comunicação de Relações Exteriores dos Estados Unidos.

No comunicado, enviado após a posse do presidente Barack Obama, em 2009, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, parabeniza a aparente tentativa de aproximação entre o novo governo dos EUA e o Irã e indica a conversa entre Putin e Ahmadinejad.

"Putin perguntou a Ahmadinejad, durante um encontro em Teerã alguns anos antes, por que ele havia feito comentários anti-israel, mas Ahmadinejad não respondeu, e disse apenas que o Irã não estava "fazendo nada diferente do que o Brasil faz na esfera nuclear". Putin respondeu que o Brasil não fica no Oriente Médio, enquanto o Irã queria dominar a região e o mundo islâmico."

Leia a íntegra do documento, em inglês


Contraterrorismo disfarçado
Outros documentos revelados pelo Wikileaks mostram que o Brasil disfarça a existência e a prisão de pessoas ligadas ao terrorismo. Segundo o documento, (disponível no site, em inglês), "o governo brasileiro é um parceiro de cooperação no combate ao terrorismo e actividades relacionados com o terrorismo no Brasil [...] No entanto, os mais altos níveis do governo brasileiro, particularmente o Ministério das Relações Exteriores, são extremamente sensíveis a quaisquer créditos públicos de que terroristas têm presença no Brasil " seja para arrecadar fundos, organizar a logística, ou mesmo trânsito no país " e vai vigorosamente rejeitar quaisquer declarações implicando o contrário."

O texto aparece em uma carta secreta do então embaixador americano no Brasil, Clifford Sobel, de 8 de janeiro de 2008. Segundo ele, "o governo brasileiro recusa-se a definir legal ou mesmo retoricamente designados grupos terroristas como o Hamas, Hezbollah ou as Farc como grupos terroristas " os dois primeiros sendo considerados pelo Brasil como partidos políticos legítimos".

De acordo com Sobel, a Polícia Federal prendeu muitas vezes pessoas que tinham ligações com o terrorismo, mas os acusou de crimes que não eram relacionados ao tema para "evitar chamar a atenção da mídia e do alto-escalão do governo."

Reprodução de página do Wikileaks com documento vazado. (Foto: Reprodução)

Essa postura se deve ao medo, ainda segundo o texto, de "estigmatizar a comunidade muçulmana do Brasil [...] ou prejudicar a imagem do território como um destino turístico. É também uma postura pública destinada a evitar ser demasiado estreitamente ligada ao que é visto como a Guerra excessivamente agressiva dos EUA contra o terrorismo."

"Espionagem"
Em um almoço na casa do então embaixador americano John Danilovich, em maio de 2005, o general Armando Félix teria dito que o governo pediu "que filhos de árabes, muitos deles empresários de sucesso, vigiem árabes que possam ser influenciados por extremistas ou grupos terroristas", diz o relato, também divulgado no site.
  Autor: Piolho Infernal


  Mais notícias da seção Politica no caderno Wikileaks
20/04/2013 - Politica - Alberto González divulgou documento que autoriza as técnicas de interrogatório mais cruéis em Guantánamo
Em 1903, os Estados Unidos assinam com Cuba um contrato de arrendamento perpétuo de 116 km² de terra e água na baía de Guantánamo (ilha de Cuba). O propósito seria a mineração e operações navais....
20/04/2013 - Politica - Telegrama sobre participação de Dilma em assaltos durante a ditadura foi revelado pelo WikiLeaks.
Thomas Shannon informa que EUA tem com Dilma "positivo relacionamento".EUA não têm informação sobre ação de Dilma na ditadura, diz embaixador...
19/04/2013 - Politica - Jornalistas da Veja e de O Globo foram informantes do cônsul norte-americano durante as eleições presidenciais
Diogo Mainairdi e Merval Pereira se encontraram com o cônsul norte-americano no Rio de Janeiro para formular uma estratégia de intervenção nas eleições presidenciais de 2010 em favor de José Serra (PSDB)...
19/04/2013 - Politica - "Obama é o ciberterrorista, não eu", diz Julian Assange fundador do WikiLeaks
Julian Assange fundador do WikiLeaks, afirmou que as empresas de vigilância e espionagem massiva na internet aumentaram significantemente seu poder e acusou o presidente dos EUA, Barack Obama, de estar envolvido no processo, informou o portal Sepa Más, no último domingo (24/3)...
19/04/2013 - Politica - Sarkozy usa Bruni para fortalecer elo com o Brasil, segundo telegrama vazado
Telegrama enviado ao Departamento de Estado americano em 2009 diz que dois governos viviam "caso de amor"....
19/04/2013 - Politica - Wikileaks " operações ilegais do DEA com PF brasileira durante ditadura
Wikileaks " operações ilegais " No dia 17 de outubro de 1973, o embaixador norte-americano no Brasil, John Crimmins, escreveu um telegrama confidencial urgente ao Departamento de Estado chefiado por Henry Kissinger. ...



Capa |  Anonymous Around  |  BRASIL  |  Politica Internacional  |  Tecnologia  |  Wikileaks
Busca em

  
85 Notícias